Copa de Marcha Mangalarga de Jundiaí: mais um ano de sucesso

Realizada no último final de semana, entre os dias 26 e 28 de abril, a 12a Copa de Marcha Jundiaí recebeu na Fazenda Rio das Pedras, os mais destacados animais de diversos criatórios do país para disputar a maior premiação oferecida na raça Mangalarga: mais de R$ 120 mil em prêmios.

 

Com disputas acirradas em pista, a Copa foi encerrada na tarde de sábado, 28, com muita torcida no julgamento dos animais apresentados. É o 12o ano de realização da competição que já se tornou tradicional neste período do ano, sendo esperada por todos, pela importância do titulo e também pela alta premiação oferecida. A programação também contou com prova de muares na noite de sexta-feira, junto ao coquetel de abertura.

O animal Faisão ACF, de propriedade do Haras Precioso, foi o Grande Campeão Cavalo; seguido por Balé ACF que foi 1o Reservado Grande Campeão Cavalo, mostrando que as posições se inverteram este ano, já que no ano passado, o resultado foi primeiro para Balé e segundo para o Faisão. O animal Batistuta Cass foi o 2o Reservado Grande Campeão da Copa de Jundiaí.

Entre as éguas, a Grande Campeã foi Bilara Cass, de propriedade e criação do Cass Mangalarga. A Égua Juíza do H.I.C levou o título de 1a Reservada Grande Campeã; e Gica Mangabaia foi a 2a Reservada Grande Campeã.

Turbante do Mont Serra foi o Campeão Cavalo Castrado; seguido por Castelo Cass, 1o Reservado Campeão CAvalo Castrado; e Oscar do Vassoural, 2o Reservado Campeão Cavalo Castrado.

A cobertura completa você poderá conferir na próxima edição do Cavaleiro News e na Revista da Marcha.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *