Devoção a Nossa Senhora Aparecida marca 15° Missa Sertaneja da Festa do Peão de Barretos

Momento de religiosidade reúne grande público em celebração de agradecimento e valorização da cultura sertaneja

Nessa terça-feira (21), o Rancho do Peãozinho recebeu a tradicional Missa Sertaneja, que já está na sua 15° edição. A celebração especial, que teve como objetivo oferecer um momento de religiosidade ao público presente no parque, valorizando a cultura sertaneja, e rezar em ação de graças pelos 63 anos de realização da Festa do Peão, foi ministrada pelo bispo Dom Milton Kenan Júnior.

Representando a devoção dos peões a Nossa Senhora Aparecida, o Mister Rodeio Brasil, João Vitor Pedro, foi o responsável por conduzir a imagem da santa ao altar, nos ritos iniciais da missa.

A celebração, que segundo o bispo “foi um convite a ter um coração largo, grande, aberto, que não se orgulha, mas que é capaz de agradecer a vida que Deus dá, os bens que Ele nos concede e, ao mesmo tempo, um coração capaz de repartir e de ser sensível à necessidade dos outros’’, reuniu muitos fiéis.

Foi o caso da aposentada Luzia Alves Perini, de 89 anos, que participa da missa sertaneja há 15 anos. Segundo Luzia, ela é apaixonada por essa celebração especial e, por isso, se depender dela, sempre estará presente nessas celebrações. “Participo da missa para pedir proteção para todos os competidores e para todas as pessoas que vem nesta festa para que retornem bem”, destacou a aposentada.

No final da missa, Dom Milton chamou o presidente da Festa do Peão de Barretos, Ricardo Rocha Bodinho, para fazer a entrega da santa para ele e para agradecer pela realização da missa. Segundo o bispo, a celebração de fato se tornou uma tradição. “São 15 anos que dentro da grande Festa do Peão nós católicos temos esse momento para nos encontrar com Cristo. Ele quer deixar aqui a sua palavra”.

De acordo com Bodinho, “a missa é um momento para agradecer tudo o que Deus faz nas nossas vidas e dentro desse parque. Essa missa tem que se perpetuar no parque do peão”. E ainda afirmou: “enquanto eu estiver no parque vou fazer de tudo para que continue essa missa aqui, porque é coisa divina”.

E como não poderia ser diferente, a missa foi encerrada de forma especial com a música “Romaria” em homenagem a Nossa Senhora Aparecida.

Créditos: Nivaldo Gomes Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *