Brasil vence PBR Global Cup e comprova superioridade no rodeio em touros

Pela segunda vez consecutiva o Brasil é coroado como a melhor nação do mundo do rodeio em touros, vencendo a PBR Global Cup.

Realizada no último final de semana, em Arlington no Texas, a competição repetiu o sucesso do evento que aconteceu em junho de 2018 na Austrália, com o Brasil levando mais uma vez o título. O time brasileiro teve como técnico mais uma vez o ex-competidor Renato Nunes, campeão mundial de montarias em touros 2010. Dos 18 touros montados pelos brasileiros, a equipe pontuou em 11, e com 939,25 pontos em dois dias de evento, superou os países, Estados Unidos, México, Canadá e Austrália .

Por sediar a Copa, os americanos tiveram a possibilidade de disputa com dois times (Eagles e Wolves), sendo os favoritos ao título, mas o desempenho dos brasileiros superou todos e fez com que a seleção chegasse à final. Formada por Kaique Pacheco (atual campeão mundial), José Vitor Leme (vice-campeão mundial 2018), Eduardo Aparecido, Marco Eguchi, João Ricardo Vieira, Cláudio Montanha Júnior, Fernando Henrique Novais e Bruno Scaranello, a equipe do Brasil deram o sangue na competição e mostraram ao mundo sua competência no rodeio em touros.

Para o técnico Renato Nunes, cada competidor deu o sangue pela seleção. “Mesmo com a possibilidade de perdermos o título, eles não desistiram e fizeram o melhor. Estou orgulhoso”.

Vencendo já no primeiro dia de disputas, o Brasil teve uma grande batalha para a conquista do título. Chegando no domingo como favorito, o Brasil se manteve líder até o final da última rodada, antes do round decisivo, quando a equipe Eagles passou à frente e ficou bem próxima de vencer. Mas a sorte esteve ao lado do time verde e amarelo quando Cooper Davis, campeão mundial 2016, não conseguiu se manter no touro Bad Beagle, dando a vitória ao Brasil, que tinha uma montaria a mais em pontos.

Foram nove montarias por noite, totalizando 18 performances; 12 delas são válidas e as mais baixas descartadas automaticamente . O Brasil teve 11 montarias pontuadas enquanto o time americano Eagles teve 10, a diferença final foi de apenas 72,30 pontos.

Resultado final

1o Brasil – 939,30 pontos

2o EUA Eagles – 867

3o EUA Wolves – 691,30

4o Austrália, 514,30

5o México, 337,80

6o Canadá, 258

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *