Na reta final rumo ao Pan, última seletiva do Adestramento movimenta Hípica Paulista

Será o 4o e último Internacional de Adestramento em solo brasileiro para formação do Time Brasil de Adestramento que volta a agitar a Sociedade Hípica Paulista. Nos Jogos Pan-americanos, no Adestramento, as duas primeiras equipes carimbam passaporte de seus países para Toquio 2020.

Neste final de semana, 22 e 23, acontece o Concurso de Adestramento Internacional – CDI Laffranchi e Haras Crystal, válido como quarta e última seletiva para formação do Time Brasil de Adestramento nos Jogos Pan-americanos 2019, entre 26/7 e 11/8, em Lima, no Peru. Em paralelo, mais uma vez, acontece um Concurso de Adestramento Nacional em que os cavaleiros e amazonas têm a oportunidade de serem julgados pelo mesmo grupo de juízes do Internacional.

Dessa vez, o julgamento estará a cargo do juiz internacional 5* Francisco Guerra Diaz, da Espanha, a Claudia Mesquita, juíza 4* e presidente do juri, a argentina Sandra Smith de Oliveira Martins, também juíza 4* e diretora da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), e o chileno Max Piraino Lyon, juiz 3*.

Na terceira seletiva, em 25 e 26/5, o Concurso de Adestramento Internacional Laffranchi, somente João Paulo dos Santos com Carthago Comando SN, conjunto já pré-qualificado para os Jogos Pan-americanos graças à vitória de ponta a ponta no Internacional na Argentina em novembro de 2018, garantiu mais um índice técnico estabelecido pela CBH para os Jogos.

Alguns conjuntos como os cavaleiros olímpicos João Victor Oliva com Biso das Lezírias e Pedro Tavares de Almeida montando Aoleo que já computaram o índice técnico desejável estabelecido pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) na 1ª e 2ª seletiva – mínimo de 69% de aproveitamento no Small Tour (reprises St Georges e Intermediate I) e 68% no Big Tour (reprise Grand Prix) – não disputaram a 3ª qualificativa e voltam se apresentar no final de semana que vem.

Dentre os conjuntos candidatos a uma vaga que já tem um ou mais índices técnicos estão João Victor Marcari Oliva / Biso das Lezírias e Mauro Pereira Junior/Don Enrico AMM e João Paulo dos Santos/Carthago Comando SN, Paulo Cesar dos Santos/Fidel do Sasa e Espartano LS, Luiza Almeida/Baluarte do Vouga, Iara Amaral/Dileto HI que competem no Small Tour, e Pedro Tavares de Almeida/Aoleo (Big Tour). 

Todas as disputas do Internacional e Nacional Laffranchi e Haras Crystal em 22 e 23/4 voltam a ter transmissão ao vivo pela SHPTV no site da Sociedade Hípica Paulista, Confederação Brasileira de Hipismo e portais parceiros.


Reta final rumo ao Pan

A CBH tem até o dia 26 de junho para definir o Time Brasil de Adestramento na 18ª edição dos Jogos Pan-americanos de Lima. A equipe será formada por quatro conjuntos, mais um reserva, e deve ter no mínimo um conjunto de nível Big Tour (Grand Prix). As outras três vagas podem ser preenchidas por conjuntos nível Small Tour (St Georges e Intermediate I). O Adestramento é a primeira modalidade do hipismo nos Jogos Pan-americanos com a final por equipes e qualificativas individuais, em 28 e 29/7, e final individual, em 31/7. Os primeiros dois países no pódio das equipes garantem vaga nos Jogos Olímpicos de Toquio 2020. Os EUA que foram prata por equipes nos Jogos Equestres Mundiais 2018 e, portanto, já estão qualificados para Olimpíada 2020. Dessa forma, caso os EUA garantam ouro ou prata, abre-se mais uma vaga.

Curso para juízes e ouvintes com Claudia Mesquita

Sempre visando o fomento e a reciclagem de juízes, em 20 e 21/6, a CBH promove um curso com a juíza internacional brasileira Claudia Mesquita para atualização de regulamento e reciclagem de juízes do quadro oficial da entidade, inclusive aberto a ouvintes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *