Cavalo da raça Crioula vence competição Western na Alemanha

O cavalo da raça Crioula está crescendo progressivamente, vem ganhando cada vez mais espaço e visibilidade. A Alemanha investe na raça há mais de 20 anos e suas relações com o Brasil se estreitaram recentemente, e então o criadores estão investindo ainda mais na divulgação do Crioulo no continente europeu.

O criatório Cabaña de La Paz, localizado em Ittlingen, na Alemanha, direciona toda sua manada para as competições Western – que engloba provas de corrida de tambor, apartação, equitação de trabalho, rédeas e western pleasure.

A família Werdermann é umas da pioneiras na criação do cavalo da raça Crioula e nas competições Western. Tudo começou com Andreas Werdermann e foi passando de geração em geração, até o filho mais velho Joschka, ganhar as primeiras medalhas.

No último sábado, 7 de setembro, o conjunto Joschka Werdermann e o cavalo La Esperanza Santoro, nascido na Europa e de linhagem brasileira e uruguaia, levaram o troféu de primeiro lugar na maior competição de Western da Alemanha.

Com uma diferença de quase 6 pontos do segundo colocado, Joschka e La Esperanza marcaram 232 pontos no European Championship Ranch Riding Open. Cerca de 10 mil pessoas acompanharam de perto esta conquista mundial da raça.

O Crioulo tem características versáteis, é considerado um animal dócil, inteligente, tem uma força excepcional, boa resistência, caráter tranquilo e ágil, além de se destacar pela longevidade, a raça consegue viver em situações de extremo frio ou calor com o mínimo de alimentação.

Por: Vitória Junqueira (com informações do site da ABCCC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *