Primeiro ciclo da Inclusão de Ouro terminará em Esteio

A inclusão de Pessoas com Deficiência (PCD) em esportes equestres, está fazendo sucesso e se consolidando nas provas da Raça Crioula. O primeiro ciclo da modalidade se encerra no dia 28 de setembro, em Esteio, no Rio Grande do Sul.

E é desta forma que a modalidade Inclusão de Ouro vem se consolidando, até agora foram 4 classificatórias e 17 participantes, com isso a prova foi oficializada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

A final do ciclo acontecerá no Parque de Exposições Assis Brasil e um total de 12 ginetes estão qualificados. O sucesso da competição mostrou que o amor pelo cavalo é maior que qualquer coisa e o próximo objetivo é estimular outras pessoas com deficiência a participarem das finais no próximo ano.

A prova Inclusão de Ouro

Coordenadora da subcomissão da prova e competidora, Josilene da Silva Martins declarou que gosta de conhecer todos os competidores e suas histórias a fundo, para certificar-se de suas condições e limites, a fim de garantir um percurso seguro a cada competidor.

A prova consiste em Andadura (tranco, trote e galope) e Escaramuça Livre (movimentos livres), e oito pessoas ficam na pista para auxiliar quaisquer eventuais intervenções, sendo quatro a cavalo e quatro a pé. Também é permitida a presença de treinadores e psicólogos.

Os competidores estão divididos entre os ginetes que classificaram em primeiro e segundo lugar (FORÇA A) e os demais competidores (FORÇA B). A prova será julgada por Fernando Gonzales e José Francisco Moura.

Confira a programação:

28 de setembro (Sábado)

18 horas – Admissão, abertura oficial e prova

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *