Saiba como definir a idade dos cavalos pelos dentes

É muito importante saber a idade dos seus animais tanto para informar para seu médico  veterinário e principalmente em equinos que não apresentam registro. Os cavalos são animais sensíveis e é necessário manter uma dieta específica para cada fase da sua vida.

A avaliação da arcada dentária é um dos métodos mais utilizados para descobrir a idade dos cavalos. Além disso, outros meios como a observação de pelos brancos pelo seu corpo, ajudam identificar a velhice ou através de exames como Raios X, que facilitam a visualização.

Para conseguir saber a idade do seu equino pelos dentes, é necessário alguns conhecimentos básicos como, o número de dentes de cada animal – machos têm 40 dentes, fêmeas têm 36 porque não possuem os caninos e os potros têm 24 dentes. Algumas transformações acontecem durante o desenvolvimento do equino.

Estrutura dos dentes

O dente é composto pela parte interna (raiz) e a parte externa (coroa) e a área que separa estas partes se chama colo do dente. No interior do dente tem cavidade pulpar que termina com uma pequena abertura, o Apex, onde os nervos passam.

Os principais elementos do dente são a polpa, o esmalte e a dentina. A polpa fica na cavidade pulpar. O primeiro é um componente mineralizado, ele forma uma camada fina sobre o dente. A dentina também é mineralizada e fica por baixo do esmalte. Este grupo de estruturas são responsáveis pela fixação dos dentes, o periodonto, que engloba o cemento, o osso alveolar e o ligamento periodontal.

Identificando a idade dos cavalos

A idade dos cavalos começa pela observação da transformação dos dentes incisivos. Algumas mudanças são:

A erupção dos dentes temporários e permanentes da arcada inferior; a apreciação da formação da cauda de andorinha e do sulco de Galvayne, nos cantos superiores; o perfil do ângulo de oclusão das duas arcadas.

Os dois dentes do meio são chamados de pinças. Seguindo para fora, há os médios e os cantos, que são os incisivos na frente da barra. Fique atento às fases de desenvolvimento da arcada dentária, de acordo com a idade do equino.

Fase 1

Nascimento dos dentes de leite:

Até 7 dias de vida – Nascem os pinças (dentes incisivos da frente);

Até 30 dias de vida – Nascem os médios (dentes incisivos seguintes aos pinças);

Até 6 meses de vida – Nascem os cantos (incisivos mais das pontas).

Fase 2

Rasamento dos dentes de leite:

1 ano – Rasam os pinças ao ano;

1,5 anos – Rasam o médios ao ano e meio;

2 anos – Rasam os cantos aos dois anos.

Fase 3

Troca de dentes de leite por permanentes:

Os pinças começam a trocar aos 2,5 anos e acabam de crescer aos 3 anos;

Os médicos iniciam aos 3,5 anos e meio e acabam de crescer aos 4 anos;

Os cantos começam aos 4,5 anos e acabam de crescer aos cinco anos.

Os dentes caninos nos machos, entre os cinco e os seis anos.

Fase 4

Rasamento dos dentes definitivos:

6 anos – começam a rasar as pinças;

7 anos – os médios começam a rasar;

8 anos – começam a rasar os cantos.

Fase 5

Nesta fase, os incisivos passam por um nivelamento definitivo, eles eram retos na parte de fora e redondos na parte inferior.

9 anos – pinças começam a arredondar;

10 anos – os médios;

Entre 11 e 12 anos – os cantos.

Fase 6

O dente se desgasta continuamente, quando a triangulação começa, e os dentes ficam em forma de triângulo, como o bico virado para dentro:

13 e 14 anos – pinças;

15 anos – médios;

16 a 17 anos – cantos.

Fase 7

Os incisivos do maxilar superior e inferior começam a agudizar, o que se chama biangulação.

18 anos – pinças;

19 anos – médios;

21 anos – cantos.

Para um diagnóstico mais preciso, é importante o acompanhamento de um médico veterinário, e como já foi dito em matérias anteriores, a saúde do cavalo começa pela boca. Então se souber a idade do seu animal, é mais fácil saber em qual fase de desenvolvimento ele está e quais cuidados são necessários tomar, pois pode influenciar no bem-estar-animal e no desempenho dos cavalos em diversas áreas.

Por: Vitória Junqueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *