O perigo das plantas venenosas para a saúde dos cavalos

A maior parte das pastagens possuem plantas venenosas misturadas e por isso são um grande problema para os animais e para os proprietários. Estas plantas não são comestíveis e causam intoxicação.

As plantas venenosas estão presentes nas pastagens, piquetes e até no meio do feno e da alfafa que é dada para os equinos no dia a dia. Elas podem trazer muitos malefícios à saúde, baixo rendimento nas atividades, queda de desempenho, inclusive o animal  pode chegar a morte.

Os equinos têm o sistema digestivo muito sensível e delicado, por isso as reações são agressivas e podem gerar cólica nos animais. É muito importante que a área de pastagem seja examinada e minimize a proliferação de plantas venenosas.

Os prejuízos para a saúde

Anorexia; Vômitos e diarreias; Convulsões; Cólicas e dor abdominal; Problemas cardíacos, respiratórios e renais; Perda da coordenação motora do organismo. Cada um destes prejuízos depende da quantidade ingerida ou tempo que o animal está consumindo a planta.

As plantas venenosas

Conheça as plantas venenosas mais comuns de se encontrar nos pastos e que podem prejudicar o desempenho e intoxicar os animais:

– Lantana que é popularmente conhecida como chumbinho;

– Conium maculatum popularmente conhecida como cicuta;

– Pteridium aquilinum ou samambaia, sendo tóxica tanto para equinos quanto bovinos;

– Ramaria Flavo-brunnescens são cogumelos presentes próximos às plantações de eucaliptos;

– Cipó-preto é comum por apresentar resistência em épocas de seca, permanecendo verde nos pastos, assim atraindo a atenção dos animais.

É indispensável que o criatório ou haras tenha um médico veterinário competente sempre à disposição para que os atendimentos emergenciais sejam feitos rapidamente.

Por: Vitória Junqueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *